A IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA PARA A AUTONOMIA FEMININA: MUDANÇAS NA CONSTITUIÇÃO FAMILIAR PELA VIA DO CONTROLE DA TAXA DE FECUNDIDADE E NATALIDADE

Tâmara Gabriela Moreira Costa, Cristiano Cassiano de Araujo

Resumo


Este trabalho aborda alguns pontos do Programa Bolsa Família atrelado às mulheres beneficiadas pelo mesmo, enfatizando a sua perspectiva enquanto uma política pública que visa contribuir com a emancipação feminina em seu ínterim assistencial, por meio das transformações que este programa pode influenciar no que tange às mudanças na constituição familiar por meio do controle de natalidade, e, consequentemente, analisando em que medida este controle de natalidade pode proporcionar, no âmbito do programa, a queda na taxa de fecundidades das mesmas, corroborando com a seguinte perspectiva: que a redução da taxa de natalidade. Isto, por sua vez, dá ao programa, dentre tantos outros valores, um caráter não pró-natalista, contrário à imagem que o mesmo vem recebendo junto ao senso comum.


Palavras-chave


Programa Bolsa Família; Taxa de Natalidade/Fecundidade; Emancipação Feminina

Texto completo:

PDF

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2176-9249

Uma Publicação da:
Sociedade de Ensino Universitário do Nordeste - SEUNE
Coordenação de Pesquisa e Extensão
Av. Dom Antônio Brandão, 204. Bairro: Farol. CEP: 57051-190
Maceió-AL- Brasil
Fone:   55-(82) 3336-2640 - Ramal 2921
Email:  olharesplurais@seune.edu.br
Site:   http://www.seune.edu.br

Licença Creative Commons

Revista Olhares Plurais está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.