Travessias antropológicas do além-mar: Pós-colonialismos em português

Jefferson Virgilio

Resumo


Esta dissertação apresenta a pesquisa realizada entre os anos de 2014 e 2015 sobre antropologias em Portugal. Tem como foco o período de 1980 à 2015. A pesquisa foi desenvolvida a partir de revisões bibliográficas, consulta a arquivos, entrevistas com antropólogas e antropólogos e observação participante em salas de aula e eventos acadêmicos. A dissertação tem como foco principal as relações estabelecidas entre as antropologias brasileiras e portuguesas nos últimos quarenta anos. O texto inicia com uma breve revisão histórica sobre a institucionalização da antropologia portuguesa e analisa as privilegiadas relações entre as antropologias brasileiras e portuguesas. Apresenta, a seguir, as instituições e agentes participantes de redes lusófonas desde os anos 1990, com foco nas relações entre antropologias produzidas no Brasil e em Portugal enquanto parte de processos pós-coloniais de produção de saberes antropológicos.


Palavras-chave


Antropologias portuguesas; Antropologias brasileiras; Antropologias pós-coloniais; Antropologias mundiais

Texto completo:

PDF

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2176-9249

Uma Publicação da:
Sociedade de Ensino Universitário do Nordeste - SEUNE
Coordenação de Pesquisa e Extensão
Av. Dom Antônio Brandão, 204. Bairro: Farol. CEP: 57051-190
Maceió-AL- Brasil
Fone:   55-(82) 3336-2640 - Ramal 2921
Email:  olharesplurais@seune.edu.br
Site:   http://www.seune.edu.br

Licença Creative Commons

Revista Olhares Plurais está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.